Arquivo de etiquetas: al-Qaeda

Moscovo e Damasco divergem sobre objectivo da guerra

Vitaly Churkin discordou de Bashar al-Assad por este ter dito que pretende combater até recuperar para o regime todo o território da Síria, o que evidencia uma fissura na estratégia-conjunta Moscovo/Damasco sobre o objectivo da guerra e sobre o timing e conteúdo das negociações com a oposição. Continuar a ler

Anúncios
Publicado em Sem categoria | Etiquetas , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

Magnier: 3 cenários possíveis na Síria, segundo Damasco

“Nos próximos 3 meses as portas do inferno estarão abertas na Síria para a Al-Qaeda e seus aliados e também para o ISIS. Tal como acordado em Genebra entre a Rússia e os Estados Unidos, qualquer cessar-fogo deixará de fora jihadistas e aliados destes. Se os grupos da oposição síria não se desconectarem da al-Qaeda, serão considerados alvos legítimos porque a união terá essa consequência.” Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | Etiquetas , , , , , , | Publicar um comentário

Os erros do Estado Islâmico e o futuro da al-Qaeda na Síria

Vem no seguimento do post anterior. Elijah Magnier escreveu no Twitter sobre os erros do ISIS e o futuro da Jabhat Al-Nusra (al-Qaeda na Síria).
Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

Um presente no sapatinho de Assad

Alloush tinha muitos inimigos. Ao contrário de outros “moderados” não combatia apenas o governo sírio. Quando desafiado pelo Estado Islâmico, Jabhat al-Nusra (al-Qaeda na Síria) ou por outro competidor local, combatia-os também, o que, na óptica dos propagandistas-patrocinadores do Golfo e da Turquia, fazia dele um opositor “moderado”. Mas as suas posições ideológicas e métodos brutais em pouco se distinguiam dos da al-Qaeda e do Estado Islâmico. Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

“Como derrotar o Estado Islâmico”

Blake Hall testemunhou a eficiência dos esquadrões da morte xiitas na capital e refere a sua não surpresa quando os xiitas empurraram os sunitas para fora do processo político logo que as forças americanas deixaram o território. Estas representavam a única força neutra no país e, portanto, a última esperança para a aproximação de longo prazo entre xiitas e sunitas. Parecia evidente, em 2007, que as forças de segurança do Irão tinham tomado conta do Ministério do Interior iraquiano. E que os iranianos nunca permitiriam que os sunitas partilhassem o poder no Iraque. Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

Petróleo, gás, Síria e Estado Islâmico

O que estava errado num dos países mais multiculturais do Médio Oriente, a Síria, para chamar a atenção do Ocidente e concitar a oposição dos defensores da democracia, ao ponto de serem considerados “combatentes da liberdade” indivíduos que no Ocidente seriam tratados como terroristas? Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

Kaddafi: a culpa não é do Irão

O líder líbio culpou os sauditas pela violência religiosa. Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | Etiquetas , , , , , , , | Publicar um comentário