Mais um jornalista assassinado na Turquia

Um conhecido jornalista e cineasta sírio que produziu documentários anti-Estado Islâmico (E.I.) foi abatido a tiro por assaltantes, em pleno dia, na cidade de Gaziantep, na Turquia. É o terceiro assassinato de um jornalista neste país nos últimos três meses.

Naji Jerf, editor-chefe do Hentah, um periódico mensal, era conhecido por documentários em que descrevia a violência e abusos nos territórios controlados pelo Estado Islâmico. A sua morte foi relatada por um grupo de jornalistas com quem trabalhava.

Jerf terminara recentemente um documentário para o grupo RBSS, “Raqqa is Being Slaughtered Silently”, no qual investigou a violência e o crime no sector de Alepo controlado pelo E.I.. O filme ganhou um galardão em Novembro do “Committee to Protect Journalists’ (CPJ) International Press Freedom Award”.

Notícia de 28/12 mais desenvolvida aqui.
MC
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria com as etiquetas , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s