Kaddafi: a culpa não é do Irão

Bernard Lewis, britânico, orientalista e consultor de Dick Cheney para o Médio Oriente, relata que, no Outono de 2006, Kaddafi lhe disse que os ocidentais estavam preocupados com o Irão como se fosse a principal ameaça para o mundo. Mas que estavam errados. Que o Irão não era importante e não era um perigo real. Que a fonte de todos os problemas, de todo o terrorismo, de toda a violência radical, era a Arábia Saudita, manifestando a sua profunda preocupação com o que chamou “the cozy relationship” entre a casa de Bush e a casa de Saud. “It is the Saudis who fund and train Al-Qaida and all the other terrorist movements”. “It is they who are trying to stir up the whole Muslim world against you.”
Lewis tem sido rotulado como um dos mentores da invasão do Iraque em 2003, o que refuta no livro “Notes on a Century, Reflections Of a Middle East Historian”. (Penguin Books, 2012)

MC

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria com as etiquetas , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s