Latino-americanos no Iémen

Um comandante mexicano, Macias Bacneba, e um soldado argentino, ambos a soldo da Blackwater, foram abatidos em Taiz, no sudeste do Iémen. Fontes locais referiram que cerca de 15 mercenários desta empresa privada perderam a vida desde Terça-feira. A morte de Bacneba ocorreu quando o exército iemenita apoiado pela milícia Ansarullah tentava bloquear o avanço da coligação liderada pelos sauditas, que combatem no país desde Março. O mexicano e o argentino faziam parte de uma força da Blackwater composta por 1800 ex-militares sul-americanos que têm treinado nos Emirados Árabes Unidos para lutar pela Arábia Saudita. Os Emirados deslocaram recentemente para o Iémen cerca de 450 mercenários colombianos para combater os Houtis.
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s