Erdoganismo

“Sabemos que não podemos ter de volta as terras que estiveram sob o controle do império Otomano antes de 1917, mas não incorram no erro de pensar que as fronteiras que nos foram impostas no fim da primeira grande guerra pelos países vitoriosos – principalmente o Reino Unido e a França – são aceitáveis para nós. A Turquia descobrirá forma de regressar às suas fronteiras naturais no sul – a linha entre Mosul no Iraque e Homs na Síria. É a nossa ambição natural e é justificada pela grande presença de turcomanos nessa região”.
São declarações pretéritas de um oficial superior turco a Giora Eiland, ex-chefe do Conselho de Segurança Nacional de Israel, que agora se assemelham a uma directiva de planeamento para a política externa e para a guerra. As aspirações turcas na Síria e no Iraque são mais do que evidentes. Neo-otomanismo, pan-turquismo, erdoganismo, o rótulo não importa!

http://www.theguardian.com/commentisfree/2015/dec/01/russia-fighting-isis-moscow-turkey

MC

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria com as etiquetas , , , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s